Depoimentos

Márcia Aparecida da Silva
Márcia Aparecida da Silva

“A ORCCA pra mim tem sido um suporte em todos os sentidos, tem me ajudado, em farmácia, auxilio com nutricionista, recebi total atenção das assistentes sociais, como de todos os funcionários, fui acolhida com carinho em todos os sentidos.

Obrigado ORCCA pelo acolhimento.”

Cícero Ferreira Pereira
Cícero Ferreira Pereira

“Acho um trabalho muito bonito e importante, é essencial para quem faz o tratamento.
Os funcionários muito carismático e sempre procurando ajudar.”

separador-orcca-2016

Relatos

Emanuelle Danúbia D. Silva
Emanuelle Danúbia D. Silva

“Passei a conhecer a entidade, profundamente, há uns nove meses quando minha mãe teve câncer de mama. Assim que ela acabou o seu tratamento, também fui diagnosticada com a mesma doença.”

Sou de Betim e moro aqui pertinho da ORCCA, graças a Deus. Faço todo tratamento aqui mesmo. Eu faço o controle com a psicóloga, pego os remédios para quimioterapia que faço até hoje. Passei a conhecer a entidade, profundamente, há uns nove meses quando minha mãe teve câncer de mama. Assim que ela acabou o seu tratamento, também fui diagnosticada com a mesma doença.
Eu, também, participo de muitos eventos na ORCCA. O Outubro Rosa, em que eu e minha mãe participamos, por exemplo, foi ótimo. Fizemos uma sessão de fotos e participamos da caminhada. Foi uma experiência maravilhosa para nós. Justamente, no primeiro dia de outubro, eu havia começado a fazer a quimioterapia. Esses eventos são muito importantes e ajudam a divulgar para as pessoas que ainda não conhecem todo o trabalho que a ORCCA faz a favor dos assistidos.
Tem, o projeto APOIA que atende pais diagnosticados com câncer que tem filhos em idade escolar. Esse projeto ajuda as crianças a passarem por essa fase difícil durante o tratamento dos pais.
Também, o Café com Ideias que deve voltar em abril, se Deus quiser, e onde as pessoas diagnosticadas em tratamento trocam ideias umas com as outras. Nas conversas tem gente que fala “ah, eu vou morrer de câncer” e outra fala “não, você não vai, porque eu tive a mesma doença que a sua e eu fiquei curado”.
Todas essas atividades fazem muito bem, pois, a doença é muito malvada e a ORCCA nos faz participar, não ficar parados dentro de casa.
A ORCCA ampara muita gente, as pessoas não tem ideia da quantidade de coisas boas que eles fazem. Antes, eu não sabia que ela ajudava tanto, especialmente, nesses momentos que tanto precisamos. Agora, com o meu tratamento é que eu vejo todo esse trabalho de perto.
Eu dou certo com todos da ORCCA e agradeço a todos. Mas agradeço de coração a Michelle e a Danielle. O abraço delas é muito aconchegante, salva qualquer um! Certo dia, eu cheguei muito mal, logo que me viram já perceberam e me abraçaram. Assim já saio da ORCCA completamente leve! Muito Obrigada!